Estado de civilização

Ah, eu falei demais nesses últimos posts, mas esqueci uma parte.

Não foi só o trabalho, nem as operações, nem Tiradentes.

Não só. Foi uma espécie de desânimo geral, com a política daqui, com a infantilidade do prefeito, a truculência do governador, o vingativismo do governo federal, o cretinismo dirigindo nada menos que os EUA…

Caramba: como me culpar por estar meio deprimido!

Mas acho que o que mais contou foi o ministro da Educação. Dizer que “Haverão mudanças no Enem” não é uma coisa humilhante para o governo, mas para o país, para cada um de nós e para mim pessoalmente.

Senti muito esse golpe. Não ri do cara. Devia, mas não consegui. Tudo que consegui foi um sorriso melancólico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s