Resistência ou marginalidade

Foi só depois do Cinema da Vela do Cinesesc (na última quarta-feira) que comecei a pensar em quando teria surgido o nome “Cinema Boca do Lixo”.

Posso estar enganado, mas minha memória me leva a Rogério Sganzerla nos anos 1960, nos tempos do “Bandido da Luz Vermelha”, mais ou menos, e à percepção de que ao cinema brasileiro seria saudável retornar à ideia de arte popular, ou seja, colocar-se contra o elitismo do cinema novo.

Esse é o elo, a rigor, entre o que ficou conhecido como cinema marginal e o que mais tarde veio a ser chamado de pornochanchada.

O “marginal” logo agregou outro tipo de filme, nada popular, diga-se, à medida que se tornava mais perseguido pela censura. Não chegou a ser um movimento, no sentido clássico. Nunca teve essa coesão. Mas a ideia inicial de um cinema Boca do Lixo apontava para várias coisas, entre elas a relação tensa entre o cinema do Brasil e a sociedade que o rejeitara desde sempre. Esse cinema era, nesse sentido, expressão da marginalidade do cinema numa sociedade tão desequilibrada (desde então), tão apaixonada por seus próprios vícios que os confunde com virtudes.

Daí, talvez, Sganzerla ter dito que se devia fazer filmes para passar nos poeiras e depois serem esquecidos.

Tenho a impressão de que havia essa busca quase desesperada do cinema popular na base de certos filmes. Enquanto isso, um cinema popular desenvolveu-se, já vinha se desenvolvendo, na Boca do Lixo. Era bem mais modesto, um cinema de gênero que, por conforto ou má fé, acabou sendo associado a pornochanchada, que não foi um nome para as comédias eróticas populares dos anos 1970/80, mas uma espécie de estigma.

Tem razão Nicole Puzzi ao reclamar que tantas atrizes, atores e técnicos desapareceram da cena do “bom tom” à brasileira por tomarem parte nesses filmes. É vergonhoso que esse tipo de coisa tenha acontecido, além de muitas vezes injusto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s